MMXXII

O FUTURO DO TRABALHO

A edi莽茫o mais recente do relat贸rio The Future of Jobs, do F贸rum Econ么mico Mundial, lista pontos que merecem ser vistos com muita aten莽茫o por aqueles que se preocupam 鈥 e quem n茫o se preocuparia? 鈥 com o desenvolvimento econ么mico e social do Pa铆s. A pandemia do novo coronav铆rus, que revela sua face mais tr谩gica nos hospitais, causa danos imediatos consider谩veis tamb茅m no mercado de trabalho - e acelera de forma significativa transforma莽玫es estruturais que vinham ocorrendo de maneira gradual.

H谩 pouco tempo, a expectativa era de que 65% das crian莽as que estavam iniciando a aprendizagem escolar iriam ocupar cargos que at茅 ent茫o sequer existiam quando completassem o ensino m茅dio ou a faculdade. Essa perspectiva n茫o foi revista at茅 o momento. Mas o levantamento do F贸rum Econ么mico, feito a partir de impress玫es de l铆deres empresariais globais e de dados p煤blicos e privados sobre o mercado de trabalho, diz que a pandemia trouxe 鈥渦ma perspectiva de grande incerteza鈥 e acelerou a chegada do futuro do trabalho.

O relat贸rio mostra ainda que a atual crise pode exacerbar desigualdades, com impacto significativo sobre o trabalho dos indiv铆duos com menor escolaridade, e que haver谩 uma substitui莽茫o significativa do trabalho humano na execu莽茫o de tarefas repetitivas em um per铆odo bastante curto. Em cinco anos, a automa莽茫o pode acabar com nada menos do que 85 milh玫es de empregos ao redor do globo.

H谩 motivos de sobra para preocupa莽茫o. Mas o alerta sobre os impactos da pandemia 茅 essencial e deve nos motivar a buscar solu莽玫es. Principalmente porque o mesmo relat贸rio do F贸rum Econ么mico indica que at茅 2025 devem surgir 97 milh玫es de vagas de trabalho mais adaptadas 脿 nova divis茫o de tarefas entre humanos, m谩quinas e algoritmos. O saldo, portanto, pode ser positivo.

Agora, depois de longos quatro par谩grafos, finalmente chegamos ao ponto. Diante de um cen谩rio de transforma莽玫es intensas no mercado de trabalho, essa constata莽茫o poderia ser gravada na pedra 鈥 ou transformada em pe莽as produzidas em uma impressora 3D e distribu铆das nas escolas, empresas e 贸rg茫os p煤blicos.

A criatividade est谩 em alta 鈥 e o exerc铆cio dessa capacidade humana t茫o presente entre os brasileiros ser谩 cada vez mais importante. Com as tarefas repetitivas executadas por m谩quinas, caber谩 脿s mulheres e aos homens a cria莽茫o de novos produtos; de tecnologias inovadoras; de conte煤dos para o lazer ou o aprendizado; da arte; da gastronomia; da moda e a an谩lise de dados, situa莽玫es e cen谩rios para a tomada de decis玫es.

Mas precisamos estar preparados para ocupar esses novos espa莽os. A criatividade n茫o se basta ou esgota em si mesma. Ela precisa ser exercitada dia a dia e direcionada a um prop贸sito. N茫o se trata, obviamente, de reduzir esse talento quase divino 鈥 o de criar algo novo a partir de ideias 鈥 a uma atividade meramente utilitarista.

A criatividade exige sonho, ousadia e alguma inadequa莽茫o ao mundo 鈥渆stabelecido鈥 鈥 sem isso 茅 imposs铆vel identificar a necessidade de mudan莽a. Mas o processo criativo exige tamb茅m conhecimento, disciplina e algum suor. N茫o s茫o poucos os g锚nios da literatura ou das artes pl谩sticas que relatam a dura rotina de produzir e ajustar e analisar e refazer seus trabalhos em busca daquilo que consideram o ideal. Tamb茅m h谩 um longo processo t茅cnico envolvido na metamorfose de uma ideia em um produto acabado.

O Brasil precisa concentrar esfor莽os e acelerar se n茫o quiser perder o bonde 鈥 ou o ve铆culo el茅trico, figura mais adequada aos dias de hoje 鈥 da economia criativa. A lista de tarefas a executar inclui a melhoria da oferta de educa莽茫o formal; o est铆mulo 脿 cria莽茫o de ambientes de inova莽茫o; a facilita莽茫o do acesso a financiamento para empresas desses novos segmentos e uma s茅rie de outras melhorias no ambiente de mercado e concorr锚ncia.

Em paralelo, h谩 que se mudar a forma tradicional de pensar de grande parte dos brasileiros e alguns tabus erguidos pela educa莽茫o tradicional. A criatividade n茫o 茅 exclusiva de g锚nios. Pelo contr谩rio: ela 茅 uma caracter铆stica inata do homo sapiens sapiens. Infelizmente, por茅m, nosso modelo educacional, que pouco mudou desde o s茅culo 18, "castra" a propenss茫o natural das crian莽as de reinventar o mundo, gerando adultos resistentes, com medo de serem criativos. Derrubar esses obst谩culos 茅 tarefa 谩rdua, que pode ser feita com aux铆lio de gatilhos biol贸gicos, emocionais e de conectividade, com trabalho colaborativo que gere resultados criativos e que levam 脿 Inova莽茫o.

No contexto atual, 茅 essencial atrair mais e mais pessoas para o f煤nil da inova莽茫o e da criatividade, mostrando que a coragem de pensar o novo pode transformar vidas e cidades e o Pa铆s. S贸 com criatividade e inova莽茫o vamos encontrar meios de tornar esse talento e essa maneira de ver e estar no mundo dispon铆veis para cada vez mais pessoas. O futuro exige isso de n贸s.

#creativity #innovation #criatividade #inova莽茫o #future #futuro

- 7 toasts